AMC Networks International

HISTÓRIA desvenda os aromas dos protagonistas da série THE WORLD WARS

04 Setembro 2014

The World WarsO HISTÓRIA estreia em exclusivo a sua mais ambiciosa superprodução, The World Wars, todas as segundas-feiras a partir do dia 15 de setembro, pelas 22h.

The World Wars é uma série de 6 episodios que retrata a I e II Guerras Mundiais centrando-se na evolução e no papel que desempenharam os seus protagonistas: Winston Churchill, Adolf Hitler, Franklin D. Roosevelt, Hideki Tojo, Benito Mussolini e Josef Estaline.

Estreada nos EUA com uma audiência de 3,4 milhões de telespectadores, The World Wars destaca-se pela sua qualidade cinematográfica, recurso a imagens 3D e aplicação de tecnologia de ponta no que respeita a infografias. Filmada na Europa e EUA, a série alterna entre entrevistas e material de arquivo com referências autênticas de eventos históricos. Além disso, The World Wars colabora com personalidades como o General Colin Powell, antigo Primeiro-Ministro italiano Mario Monti e antigo Primeiro-Ministro britânico John Major.

Tal como os Homens que construíram a América, série documental premiada com um Emmy e produzida pelo HISTÓRIA, The World Wars revela o verdadeiro caráter dos homens que definiram o desfecho da História.

Com apenas 20 anos a separar os dois conflitos mais cataclísmicos do séculos XX muitos historiadores defendem que não são duas guerras separadas, mas um conflito contínuo que primeiramente afetou os europeus e eventualmente se estendeu a todo o mundo.

“Esta série apresenta de forma única as duas Grandes Guerras como um só acontecimento devastador, uma perspetiva inédita em televisão que a única coisa que os telespectadores não vão sentir a partir do sofá de sua casa é o cheiro de guerra e dos seus protagonistas. A partir desta ideia resolvemos lançar o desafio a um perfumista português para recriar o aroma específico de cada protagonista, com o objetivo de oferecer aos telespectadores e fãs do HISTÓRIA uma experiência única e completa, fornecendo-lhes a única coisa que não pode dar a série, o cheiro das personagens.” – explica Carolina Godayol, diretora geral do The History Channel Ibéria.

Para promover a série The World Wars, o canal HISTÓRIA leva os telespectadores a descobrir os aromas da história, pela mão do perfumista Lourenço Lucena*, que teve como desafio recriar e atribuir um aroma específico a cada protagonista da série, com a ajuda e participação de João Neto**, o historiador responsável pela investigação e descrição profunda das seis personalidades.

A partir do dia 11 de Setembro, o público pode aceder aos aromas recriados numa visita às lojas MEO. As lojas MEO do Porto, Lisboa, Portimão e Coimbra vão receber um expositor com as seis fragrâncias criadas, oferecendo aos visitantes uma experiencia sensorial e experimental. Será disponibilizado também junto de cada fragrância imagens e informação das personalidades, bem como pequenos vídeos da série.

  • loja MEO Porto – Rotunda da Boavista (11 a 27 Setembro)
  • loja MEO Lisboa – Chiado (11 a 27 Setembro)
  • loja MEO Portimão – Aqua Portimão (11 a 18 Setembro)
  • loja MEO Coimbra – Dolce Vita Coimbra (19 a 27Setembro)

AROMAS ATRÍBUIDOS A CADA PERSONALIDADE POR LOURENÇO LUCENA

Estaline

Podia ter de imediato o aroma do ferro numa referência ao seu nome Stalin, em russo “homem de aço” adotado numa fase avançada da sua vida.

Ainda assim, este homem hábil e maquiavélico que soube construir a sua ascensão ao poder com jogadas estrategicamente pensadas habilidosamente executadas foi igualmente determinante para a história do seculo XX.

O aroma que lhe associo é o aroma do gelo e do frio, misturado com o aroma da floresta por onde muitos soldados combateram. Mais do que o próprio adversário de guerra, as condições atmosféricas tornavam-se o seu principal inimigo dada a mortalidade que lhe estava associada. Destas noções surge o aroma de Estaline. e que tiveram como seu principal inimigo, em muitos casos muito mais mortal que o próprio adversário de guerra. Na Rússia, o grande adversário foi o frio e por essa razão o aroma que escolhi foi este.

Mussolini

Era um homem de excessos e os seus discursos inflamados eram uma encenação teatral e quase imperial.

Se o café podia ser um aroma que lhe podíamos associar pela conquista da Etiópia em 1935 e que levou à introdução do café nos hábitos italianos, o aroma que lhe associo mais imediatamente é uma composição floral intensa e majestosa com a flor roxa de iris, ostensiva e imperial como um manto real.

Churchill

O seu perfil aromático podia ser dividido em dois: homem e político. Enquanto homem amante da pintura a aguarela, de um bom charuto e de um bom copo de vinho ou whisky.

Enquanto político, um homem perspicaz que via mais longe e com uma personalidade de líder, determinado e arguto. O seu papel foi determinante para o curso da história e do desenrolar das duas Grandes Guerras do século XX.

O aroma que o personifica é uma composição segura e masculina, em que se destacam a riqueza da folha de tabaco, intensa como a sua personalidade conjugada com o aroma adocicado da folha de figueira numa referência á sua proximidade com o campo, fechando com nota amadeirada reflexo da sua segurança e determinação.

Hitler

Figura marcante do século XX pelos motivos que sabemos, Hitler era um homem disciplinado e de hábitos.

Numa metáfora do que ele representou ao ceifar milhares de vidas, podíamos associar o aroma da relva acabada de cortar, isto é, o corte da vida quando ela rebentava e se preparava para crescer, o aroma que lhe associo é uma composição do aroma do óleo dos tanques de guerra que invadiram a Europa associado ao aroma da madeira queimada numa referência à destruição de tudo por onde passavam.

Roosevelt

Uma figura determinante na história do século XX.

Nascido em Nova Iorque, podia associar o aroma da maçã, numa analogia à Big Apple ou a um ramo de rosa em referência à origem do seu apelido materno holandês, originalmente Roosevelt, jardim de rosas.

Ainda assim, Roosevelt que se viu enfraquecido por uma poliomielite tardia era um homem seguro mas discreto.

O aroma que o caracteriza é uma brisa marinha, numa clara referência ao desembarque da Normandia e aos aromas que as tropas americanas então sentiram no desembarque na costa francesa e que marcou o início do fim da Guerra.

Tojo

Chegou a primeiro-ministro inesperadamente e com surpresa acabou por ser uma figura importante na II Grande Guerra.

Homem discreto e de uma lealdade ímpar, o imperador Tojo tem como aroma associado a flor de cerejeira, num bouquet floral, numa clara alusão a um dos símbolos do Japão e tão amado e respeitado como a bandeira ou o hino nacional.

 

Sobre os convidados:

*Lourenço Lucena

Formado em Paris, Lourenço Lucena é o único português membro da Société Française des Parfumeurs. A sua actividade enquanto compositor de perfumes, através da sua marca L’PARFUMEUR (www.lparfumeur.com), estende-se ao desenvolvimento de perfumes corporativos, white label e customização personalizada, com actividade em Portugal, Moçambique e Angola. É, ainda, participante regular em seminários e conferências como orador convidado nas áreas de sensorial branding e perfumes.

**João Neto

É licenciado em História e possui uma pós-graduação em Museologia. Fez estágios no Science Museum, em Londres e no Boerhaave Museum, em Leiden. Foi consultor da Associação Nacional de Farmácias (1990-1994) e da Ordem dos Farmacêuticos (1995-2001) e, desde 2007, presidente da Associação Portuguesa de Museologia. Dirige o Museu da Farmácia desde 1994. Sob a sua direção foram atribuídos os seguintes prémios ao Museu: Prémio Melhor Museu Português, 1997; Prémio Almofariz; I.º Prémio Nacional de Design, na categoria de Design de Comunicação; Nomeado para o Prémio do Melhor Museu Europeu do ano 2004.

Foi diretor dos projetos “Farmácia e o Medicamento” e “A Cerâmica Farmacêutica”, em conjunto com os CTT e o responsável pela organização de conferências internacionais dedicadas à Investigação sobre a Saúde no Espaço, a História da Saúde e Arte e a “European Museum of the Year Award”, Prémio Europeu dos Museus, realizado em Lisboa em Maio de 2006. É autor de diversos artigos e conferencista na área da História da Saúde e da Farmácia.

Compartilhar

     

NOTÍCIAS RELACIONADAS

25 Março 2024

Canal HISTÓRIA estreia “Impérios da Antiguidade”

LER NOTÍCIAS
04 Março 2024

Canal HISTÓRIA celebra Dia Internacional da Mulher

LER NOTÍCIAS
25 Fevereiro 2024

Canal HISTÓRIA recorda “As Grandes Marcas que Mudaram o Mundo”

LER NOTÍCIAS